segunda-feira, 31 de agosto de 2009


Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força. O segundo é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes. Marcos 12:30-31


Às vezes as coisas mais importantes não são difíceis de entender. Deus deseja que O amemos com todas as fibras do nosso ser, e também que amemos a todos ao nosso redor. Todos os Seus mandamentos sobre caráter no final das contas se resumem a honrar estes dois grandes princípios que transcendem lei, e trazem o caráter de Deus aos corações.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009













Quanto a vós outros, a unção que dele recebestes permanece em
vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a
sua unção vos ensina a respeito de todas as coisas, e é verdadeira,
e não é falsa, permanecei nele, como também ela vos ensinou.
1 João 2:27



Quando nos tornamos cristãos, não fomos apenas limpos pelo
Espírito Santo, mas também fomos cheios com Ele.
João chama isto de
unção. O Espírito nos ajuda a ouvir a verdade sobre Jesus e nos
protege de trocar esta verdade por ensinamentos falsos, que

diminuiria qualquer lado da identidade de Cristo - Jesus, Deus
conosco e
Deus como nós. Nós permanecemos nEle quando nos apegamos

a estas verdades incríveis.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Romanos 8:26


Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossafraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espíritointercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis.
Romanos 8:26
Não é incrível! Até mesmo naqueles momentos em que minhaspalavras são bloqueadas e meu coração fica pesado, Deus ouve minhaoração. E não é porque sou eloqüente, sábio, fiel o suficiente paraorar como deveria. Não. É Porque Deus graciosamente colocou seuEspírito no meu coração para fazer conhecer o que minhas palavrasnão conseguem captar, nem minha mente consegue verbalizar. Deusouve meus gemidos, meus desejos, minhas tristezas e os gritos domeu coração. Ele sabe o que eu nem posso pensar, mas que sinto.Através da obra do Espírito Santo ele responde àquelas oraçõesinarticuladas, com sua presença, graça e poder.
Por Carol Gontijo

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Liberdade!

"Disse, pois, Jesus aos judeus que haviam crido nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos; e conhecereis a verdade e a verdade, e a verdade vos libertará"
João 8: 31-32




Verdade não é algo que sabemos, mas que vivemos. Jesus nos lembra que precisamos não apenas conhecer seus ensinamentos, mas também obedecê-los. No entanto, obediência é uma das provas do nosso discipulado e a passagem para a liberdade e verdade!





domingo, 23 de agosto de 2009

"O bom samaritano"

E perguntaram a Jesus: "Quem é o meu próximo?" E ele lhes contou a seguinte parábola:

Voltava para sua casa, de madrugada, caminhando por uma rua escura, um garçom que trabalhara até tarde num restaurante. Ia cansado e triste. A vida de garçom é muito dura, trabalha-se muito e ganha-se pouco. Naquela mesma rua dois assaltantes estavam de tocaia, à espera de uma vítima. Vendo o homem assim tão indefeso saltaram sobre ele com armas na mão e disseram: "Vá passando a carteira". O garçom não resistiu. Deu-lhes a carteira. Mas o dinheiro era pouco e por isso, por ter tão pouco dinheiro na carteira, os assaltantes o espancaram brutalmente, deixando-o desacordado no chão.

Às primeiras horas da manhã passava por aquela mesma rua um padre no seu carro, a caminho da igreja onde celebraria a missa. Vendo aquele homem caído, ele se compadeceu, parou o caro, foi até ele e o consolou com palavras religiosas: "Meu irmão, é assim mesmo. Esse mundo é um vale de lágrimas. Mas console-se: Jesus Cristo sofreu mais que você." Ditas estas palavras ele o benzeu com o sinal da cruz e fez-lhe um gesto sacerdotal de absolvição de pecados: "Ego te absolvo..." Levantou-se então, voltou para o carro e guiou para a missa, feliz por ter consolado aquele homem com as palavras da religião.

Passados alguns minutos, passava por aquela mesma rua um pastor evangélico, a caminho da sua igreja, onde iria dirigir uma reunião de oração matutina. Vendo o homem caído, que nesse momento se mexia e gemia, parou o seu carro, desceu, foi até ele e lhe perguntou, baixinho: "Você já tem Cristo no seu coração? Isso que lhe aconteceu foi enviado por Deus! Tudo o que acontece é pela vontade de Deus! Você não vai à igreja. Pois, por meio dessa provação, Deus o está chamando ao arrependimento. Sem Cristo no coração sua alma irá para o inferno. Arrependa-se dos seus pecados. Aceite Cristo como seu salvador e seus problemas serão resolvidos!" O homem gemeu mais uma vez e o pastor interpretou o seu gemido como a aceitação do Cristo no coração. Disse, então, "aleluia!" e voltou para o carro feliz por Deus lhe ter permitido salvar mais uma alma.

Uma hora depois passava por aquela rua um líder espírita que, vendo o homem caído, aproximou-se dele e lhe disse: "Isso que lhe aconteceu não aconteceu por acidente. Nada acontece por acidente. A vida humana é regida pela lei do karma: as dívidas que se contraem numa encarnação têm de ser pagas na outra. Você está pagando por algo que você fez numa encarnação passada. Pode ser, mesmo, que você tenha feito a alguém aquilo que os ladrões lhe fizeram. Mas agora sua dívida está paga. Seja, portanto, agradecido aos ladrões: eles lhe fizeram um bem. Seu espírito está agora livre dessa dívida e você poderá continuar a evoluir." Colocou suas mãos na cabeça do ferido, deu-lhe um passe, levantou-se, voltou para o carro, maravilhado da justiça da lei do karma.

O sol já ia alto quanto por ali passou um travesti, cabelo louro, brincos nas orelhas, pulseiras nos braços, boca pintada de batom. Vendo o homem caído, parou sua motocicleta, foi até ele e sem dizer uma única palavra tomou-o nos seus braços, colocou-o na motocicleta e o levou para o pronto socorro de um hospital, entregando-o aos cuidados médicos. E enquanto os médicos e enfermeiras estavam distraídos, tirou do seu próprio bolso todo o dinheiro que tinha e o colocou no bolso do homem ferido.

Terminada a estória, Jesus se voltou para seus ouvintes. Eles o olhavam com ódio. Jesus os olhou com amor e lhes perguntou: "Quem foi o próximo do homem ferido?"

Rubem Alves

AMOR, ESSENCIA DO CRISTIANISMO!

"Como te roguei, quando parti para a macedônia, que ficasses em Éfeso, para advertires a alguns, que não ensinem outra doutrina,(4)Nem se dêem a fábulas ou a genealogias intermináveis, que mais produzem questões do que edificação de Deus, que consiste na fé; assim o faço agora.
(5)Ora, o fim do mandamento é o amor de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida.(6)Do que, desviando-se alguns, se entregaram a vãs contendas;(7)Querendo ser mestres da lei, e não entendendo nem o que dizem nem o que afirmam" 1 Timóteo 1:3-7


Cristianismo sem amor, é como casamento sem romance. É como a fé sem obras. É como uma obra sem prego e cimento. É como um edifício construído sobre a areia, não há firmeza e desabará em pouco tempo. O Cristianismo sem amor torna-se uma tagarelice sem importância, uma conversa fiada, inútil (v.6).

Desde a reforma protestante, tem-se focalizado muito mais a verdade e a fé do que o amor. Porém a base fundamental da religião é o amor e não a verdade. Sabemos que a verdade sem o amor se corrompe. O amor sem fé, torna-se infrutífero. Mas o amor deve vir em primeiro. A verdade sem o amor tende a discriminar, pois a verdade só vê o certo e o errado, o falso e o verdadeiro. A verdade discute, julga e valoriza, mas não tem lugar para o afago, para a misericórdia e para o perdão.

A falta de amor pode mutilar a mensagem do evangelho do Senhor Jesus e desviar a igreja de sua finalidade. Reunimos-nos para tratar de muitos assuntos, porém para tratar do que realmente pode causar diferença no mundo, nunca nos reunimos!
Em João 1:14 A Bíblia fala assim sobre Jesus: “Aquele que é a palavra tornou-se carne viveu entre nós. Vimos a sua glória, a gloria como do unigênito vindo do Pai, cheio de graça e de verdade.” Observe que a palavra graça vem antes da palavra verdade. Jesus estava disposto a passar por cima de qualquer conceito ou preconceito em nome do amor. Ao perdoar a mulher adultera Ele contradisse a lei de Moises. O amor é maior que a lei. Quando Jesus atendeu a mulher Síria Finicia que rogava por sua filhinha atormentada, Jesus contradisse a si mesmo. Ele havia dito aos discípulos que não deviam dirigir-se aos gentios, e disse à própria mulher que não devia tirar o pão dos filhos e dá-lo aos cachorrinhos, mas o argumento que ela usou despedaçou o coração de Jesus e Ele a atendeu. (Mc. 7:24-30). Quando Jesus curou no sábado Ele contradisse o costume judaico.
Sem amor nossa fé é morta e os dons espirituais ineficaz. (I Cor. 13).
Sem amor a nossa tradição vira tradicionalismo barato e sem ação, a nossa evangelização não passa de fanatismo. Com certeza o nosso conceito de amor esta errado.

Amar é mais do que abraçarmos uns aos outros quando o dirigente do culto manda, é mais do que fazer filantropia assistencial barata que só serve para aliviar a nossa consciência.

Nosso amor precisa manifestar-se dentro e fora da igreja, entre os da família da fé e para com aqueles que se encontram ao nosso redor.

A igreja evangélica é bem aceita e bem estruturada. Mas falta amor, de colaboradores nos transformamos em concorrentes.

Ao contrario do homem, Deus se interessa em pessoas não no que elas fazem. Uma igreja não pode ser vista como uma colméia, onde os membros só valem pelo que produzem. Cada pessoa é especial porque foi carinhosamente criada por Deus como um individuo, com personalidade, potencial e característica própria, distinta de todos os outros seres humanos como diz o salmista (Sl. 139:13-16). Além disso, na igreja cada um é especial porque tem o nome escrito no céu, porque faz parte da família do Senhor.

Precisamos ser uma igreja do amor. A igreja não pode ser uma rodoviária, onde as pessoas entram e saem e ninguém se dá conta. Somos família. Temos de chorar com os que choram valorizar uns aos outros, não pelo que produzem, mas pelo que cada um é, e pelo que podem tornar-se em Cristo Jesus. O batismo que mais precisamos não é o batismo de poder, é o batismo de amor. Quando a igreja for inundada pelo amor de Cristo, o poder do Espírito Santo fluirá de nossas vidas, e a terra se encherá de glória do Senhor.

Mas veja bem: a manifestação do amor não pode se restringir-se a igreja, precisamos chorar a sorte de milhões que nos rodeiam, temos que ser mais sensíveis à miséria alheia. Ajudar o próximo deve fazer parte do meu e do seu projeto de vida, porque era esse o projeto de vida de Jesus. Conheço um refrão de uma música que diz: “Quem sabe faz à hora não espera acontecer” precisamos nos programar para fazer acontecer, do contrario nos perderemos na caminhada. Não existimos para sermos ama seca de nós mesmos.

Existimos para nos desafiar a cumprir o maior mandamento: amar a Deus de todo o coração e ao próximo como a nós mesmo. Se falharmos nisso, toda a lei e os profetas caem por terra. Não existimos como igreja para massagear o ego uns dos outros com troca de elogios vazios, e sim para cumprir o mandato de fazer discípulos ensinando-os a guardar todas as coisas que Jesus nos ensinou.

Precisamos crescer! É um absurdo o Espírito Santo ter que gastar toda a energia do céu só para cuidar dos nossos desejos mesquinhos. Não podemos viver o resto da vida querendo que Deus e os céus se dobrem aos nossos pés. Observe que Paulo está orientando Timóteo a combater o bom combate apoiado nos princípios do evangelho, não em estruturas humanas (I Tm 1:3-4). Se não incorporarmos o evangelho em nossas vidas não seremos ouvido por ninguém.

Vivemos um cristianismo de pouca oração, pouca capacidade. A forma substituiu o conteúdo. O estrelismo substituiu o caráter. O talento vale mais que a piedade. O altar tem sido ocupado por pessoas desonestas e descompromissadas com o reino só porque tem talentos.

A nossa geração não está sendo alcançada porque nos falta o exercício da oração. O exercício da meditação já esta perdido.

O que faz um pássaro sofrer não é a gaiola e sim a proximidade do espaço livre. Não é o leito que faz um doente sofrer, e sim a lembrança do tempo que tinha saúde. O que me faz sofrer é saber que podemos transformar a nossa geração e não o fazemos por falta de poder e autoridade espiritual, por falta de oração.


Nossa pregação tem que deixar de ser palavra e tornar-se vida. “Com isto todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês amarem uns aos outros.” Jô. 13:35.



"O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, (5) não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; (6) não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; (7) tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. (8) O amor jamais acaba; mas havendo profecias,desaparecerão; havendo línguas, cessarão;havendo ciência, passará. (13) Agora,pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; porém o maior deles é o amor" 1 Coríntios13:4-8,13.


Que a fé e a esperança nunca venha faltar em nossas vidas, porém não podemos esquecer que o amor é maior do que tudo, ele é o cimento que solidifica o corpo de Cristo que é a igreja.



AMÉM


sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Provérbios 3:21-23


Filho meu, não se apartem estas coisas dos teus olhos: guarda a verdadeira sabedoria e o bom siso; assim serão elas vida para a tua alma, e adorno para o teu pescoço. Então andarás seguro pelo teu caminho, e não tropeçará o teu pé.
Provérbios 3:21-23


Deus usou sua sabedoria para criar o universo e tudo que há
nele. Através do seu discernimento, ele escolheu cada ser e para
cada item, o seu lugar neste incrível universo de diversidade. Ele
decidiu compartilhar esta sabedoria e discernimento com aqueles que
o reverenciam e que buscam seu entendimento. Se usarmos esta
sabedoria e discernimento, possuiremos a maior de todas as jóias, e
uma bênção que enriquecerá nossas vidas.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Slow Fade - Casting Cross

1 João 4:19


Nós amamos porque ele nos amou primeiro.
1 João 4:19

Nós amamos outros porque Deus nos amou primeiro. Nosso Pai do
Céu nos ensinou a amar em Cristo. Nosso Pai Abba nos deu segurança
e confiança para que possamos amar mais plenamente. Nosso Deus
Santo e Poderoso nos amou corajosa e sacrificialmente, para que nós
pudéssemos entender e definir amor propriamente. Nós não somos a
fonte de amor: Deus é. Nós não somos o grande exemplo de amor: Deus
é. Nós temos a tendência de sermos “cuidadosos” e compartilhar
nosso amor só com aqueles com quem desejamos fazê-lo: o amor de
Deus é extensivo e aberto a todos. Nós amamos porque Ele nos amou
primeiro.


Por Carol Gontijo

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Se quebrou, conserte...

Cristo sim, Igreja sim!

A salvação em Cristo é pessoal, a vida cristã é comunitária e no Cristianismo nada é individual. Somos um corpo em Cristo, assim é descrita a experiência cristã pelo Novo Testamento: quem está em Cristo, está na igreja. Ser cristão é uma questão de pertencer: a Cristo e aos irmãos. O individualismo moderno chegou também à peregrinação do discipulado e hoje podemos observar um sem número de “cristãos flutuantes”, que vivem de comunidade em comunidade sem qualquer identidade, prestação de contas ou compromisso.

Rick Warren compara um cristão sem igreja com um jogador sem time, um soldado sem tropa ou uma ovelha sem rebanho. Mas a maior (e mais bíblica) de todas as figuras, sem dúvida é “uma criança sem família”: a igreja é a família de Deus. Outra figura bíblica usada para identificar a igreja é “corpo de Cristo”. Todos os que pertencem a Cristo são incorporados pelo Espírito Santo na igreja de Cristo. O cristão que se torna membro de uma igreja local passa a integrar um organismo vivo, o que pouco ou quase nada tem a ver com fazer parte de uma instituição religiosa.


O corpo de Cristo se expressa historicamente por meio da comunidade cristã local. A palavra ekklesia aparece 109 vezes no Novo Testamento e, destas, 104 são alusões diretas ou indiretas às comunidades cristãs locais nas cidades e ou casas. Ser “membro da igreja” é, portanto, ao mesmo tempo integrar o corpo místico e universal de Cristo e integrar uma comunidade local de cristãos, a expressão histórica e social do corpo místico de Cristo.


A participação efetiva na comunidade cristã explicita, para as pessoas e para o mundo espiritual, nosso compromisso com Cristo e o evangelho. Ninguém pode identificar a relação invisível de uma pessoa como membro do corpo universal e eterno de Cristo, mas pode identificar todos os que são membros de uma comunidade cristã local. Ser membro da igreja implica a identidade de cada cristão.

fonte

Por Carol Gontijo




terça-feira, 18 de agosto de 2009

Uma novidade!!!


Porque para mim tenho por certo que os sofrimentos do tempo
presente não podem ser comparados com a glória a ser revelada em nós.
Romanos 8:8


Paulo conhecia luta: dê uma olhada na lista de alguns difíceis
desafios que ele enfrentou, em 2 Coríntios 11:22-33. Seus
“sofrimentos do presente” fazem a maioria de nossas dificuldades
parecerem “café pequeno”. Apesar disso, ele podia dizer com
confiança que a glória que ele teria com Cristo (Col 3:1-4) seria
tão incrível, com bênçãos tão fantásticas, que seus sofrimentos
seriam pequenos em comparação.


Essa glória também será nossa!
Isto
não é uma ótima novidade?!




by Carol Ayfus

domingo, 16 de agosto de 2009

Fique por dentro!

A partir do dia 26/08/2009, os cultos retomam as suas atividades!
Lembre-se de avisar a todos que mantiverem contato durante este final de semana.

JOVENS!
Os interessados em cartões de pizza procurem a Carol Gontijo.

Salmo 31:16

Faze resplandecer o teu rosto sobre o teu servo; salva-me por tua misericórdia. Salmos 31:16


Sua fé suporta testes? Eu espero que a minha suporte!
Este é um Salmo escrito durante um período de teste. Apesar disso, independente da dificuldade da situação, o Salmista ainda sabe quem Deus é e o que ele pode fazer, quando Ele decide fazê-lo. Mesmo na tribulação, ele não perde de vista a bênção que vem da presença do SENHOR.

sábado, 15 de agosto de 2009

Ficar: Será que Deus se agrada disso? [7]

6. FICAR É A MODA ENTRE JOVENS E ADOLESCENTES
Pode estar na moda, mas está errado. Aliás, este mundo está debaixo da orientação do Diabo e nada tem de Jesus.
Nós, os cristãos, não são mais deste mundo, por isso devemos sempre pedir ao Senhor para nos livrar do mal. Resta saber de que lado você está. Se você é um cristão nominal, que não se converteu, então a moda é sua. Mas, se você tem ao Senhor Jesus Cristo como seu Senhor e Mestre, então o pecado não pode exercer domínio sobre você e a moda não o obrigará a agir como todos agem.
Sabe o que muita moda é? Um disfarce do inimigo, de sua influência sobre o povo do mundo. Já percebeu que as modas geralmente trazem um ideal errado? Primeiro de abril tráz a mentira. Verão forte trás top less e naturalismo (nudismo). Carnaval tráz rebelião contra autoridades, homossexualismo, drogas, adultério, etc.
Já ouviu falar de uma moda que trouxesse arrependimento, paz entre os povos, alimento aos famintos, distribuição de renda, perdão aos magoados? Claro que não.
Portanto, fuja da moda! Seja esperto, seja jovem, seja atual, mas somente no que concerne à linguagem e socialização gerais; nunca às práticas nocivas. “… Não sabeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo, constitui-se inimigo de Deus." (Tiago 4.4); “Não ameis o mundo, nem as coisas que há no mundo”. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele. “(I Jo 2.15)”.
Deus tem outra moda. A moda dele é melhor. Se ligue em Seus caminhos.

CONCLUSÃO: FICAR É FRIA. FICAR É COISA PASSAGEIRA.
BUSQUE A ORIENTAÇÃO DE DEUS EM SUAS RELAÇÕES. QUE SEJAM RETAS, ADEQUADAS, PURAS E DURADOURAS.

Outras postagens sobre este assunto aqui.

Por Carol Gontijo

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

O maior de todos os presentes

Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos. João 15:13

Palavras comunicam e explicam. Podemos dizer a alguém que o (a)
amamos. Podemos explicar o quão precioso(a) ele(a) é para nós.
Ações atestam e confirmam. Quando sacrificamos nossas preferências
pelas de outros, mostramos nosso respeito e afeição. Quando nos
sacrificamos, e sacrificamos nossos desejos e preferências pelas de
um amigo, nós damos o maior de todos os presentes, e provamos nosso amor.

Você já viu de tudo?









quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Ficar: Será que Deus se agrada disso? [6]


5. FICAR É NAMORO AVANÇADO, ONDE VALE TUDO
Sendo um relacionamento mundano, fruto de uma sociedade sem Deus, FICAR não serve para nós. Simular um comportamento afetivo com quem não se ama? Ter comportamento de pessoas casadas estando solteiro? Fazê-lo com pessoas estranhas? Isto é perversão, hipocrisia e mentira. Tolo é aquele que crê nas mentiras, crê no carinho do estranho, no amor de quem não está nem aí com os sentimentos alheios. Tal pessoa está caindo na armadilha de Dalila, que trocou afetos, carinhos e atos conjugais pela destruição do infeliz Sansão (veja Juízes, capítulo 16). Quem age assim não merece você. Deus tem alguém especial, alguém que não lhe tenha como “estepe”, como “quebra-galho”, mas sim como alguém de fundamental importância. Se você já se comportou mal assim, Deus tem um remédio para seu erro: arrependimento! “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”(I Jo 1.9)

Por Carol Gontijo

Inscrevam-se!

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Se eu pudesse me sentar contigo só um pouquinho...



Quando eu não consigo sentir
(When I can not feel)
Quando as minhas feridas não saram
(When my wounds don't heal)
Senhor humildemente me ajoelho, me escondo em ti
(Lord I humbly kneel, Hidden in you)

Senhor tu és a minha vida
(Lord, you are my life)
Então não me importo de morrer
(So, I don't mind to die)
Contanto que eu esteja escondido em ti
(Just as long as I am hidden in you)

Se eu pudesse me sentar contigo só um pouquinho
(IF I could Just sit with you awhile)
Se tu pudesses só me segurar
(IF you could Just hold me)
Nada me tocaria
(Nothin can touch me)
Apesar de eu estar ferido e morrendo
(Though I'm wounded and died)
Se eu pudesse só me sentar contigo um pouquinho
(If I could just sit with You awhile)
Eu preciso que me segures
(I'de need you to hold me)
Momento após momento até que a eternidade passe
(Moment by moment, ‘till forever passes by)

Quando eu sei que pequei
(When I know I sinned)
Quando eu deveria ter estado clamando meu Deus
(When I should have been cryin, My GOD)
Me escondendo em ti
(I am hidden in you)

Senhor eu preciso de ti agora
(Lord, I need you now)
Mas do que mesmo eu sei
(More that I know how)
Então humildemente eu me prosto
(So, I humbly down)
Escondido em ti
(Hiding in you)
Se eu pudesse só me sentar contigo só um pouquinho
(IF I could Just sit with you awhile)
Se tu pudesses só me segurar
(IF you could Just hold me)
Eu sei que nada me tocaria
(I Know nothing can touch me)

Apesar de eu estar doendo, morrendo
(Though I'm wounded and died)
Se eu pudesse só me assentar contigo só um pouquinho
(IF I could Just sit with you awhile)
Eu preciso que me segures
(I'de need you to hold me)
Momento após momento até q a eternidade passe por aqui
(Moment by moment, ‘till forever passes by)

Se eu pudesse só me sentar contigo só um pouquinho
(IF I could Just sit with you awhile)
Se tu pudesses só me segurar
(IF you could Just hold me)
Nada me tocaria
(Nothing can touch me)
Então não me importo de morrer
(So, I don't mind to die)

Se eu pudesse só me sentar contigo só um pouquinho
(IF I could Just sit with you awhile)
Eu preciso que me segures
(I'de need you to hold me)
Momento após momento até que a eternidade passe
(Moment by moment, ‘till forever passes by)

NCMDM - Na Contra Mão Do Mundo!

Ficar: Será que Deus se agrada disso? [5]

4. FICAR É CURTIR TODO MUNDO NUMA BOA, SEM COMPROMISSO
Este pensamento é anti-cristão. É uma afirmação no mínimo irresponsável. É fruto da carência de normas no ambiente familiar.
A palavra CURTIR tem diversos significados, mas aqui é utilizada no sentido de namorar, “transar”.
Sinceramente, você se casaria com alguém que já FICOU com todo mundo e que, na realidade, nunca “ficou” comprometida com ninguém? Você aceitaria que sua irmã ou sua mãe se comportasse deste jeito? Ora, se isto é escabroso quando imaginado em alguém que nos é preciosa, que nos é querida, por que faz e acha interessante com as pessoas de outras famílias? Lembre-se do sábio Salomão, que em sua velhice exclamou com veemência: “Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais dirás: Não tenho neles prazer.”(Ec 12.1). Igualmente o apóstolo Paulo lembra algo muito importante a Timóteo, o seu filho na fé: “Ninguém despreze a tua mocidade; pelo contrário, torna-te padrão dos fiéis, na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza.”(I Tm 4.12). O cristão é um ser comprometido com Deus e com o ser humano. É alguém que “veste a camisa”, que “lança mão do arado e não olha para trás.”. Não ter compromisso efetivo com a pessoa querida é pecado, falta de caráter, fruto de uma educação distorcida e de um coração sem sentimentos. O que deve unir alguém a outro é o amor e este é poderoso e permanente: “O amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta; o amor jamais acaba”(I Co 13.8,9a).

por Carol Gontijo

Meditação para hoje


Filho meu, não rejeites a correção do SENHOR, nem te enojes da sua repreensão.

Porque o SENHOR repreende aquele a quem ama, assim como o pai ao filho a quem quer bem.
Provérbios 3:11-12


Disciplina, mesmo quando não é falsamente confundida com punição, é considerada oneroso, irritante e desnecessária. A parte de nós que é preguiçosa e pecaminosa não quer limites, mesmo que eles sejam bons; e não quer instrução, porque pode entrar em conflito com o que queremos fazer.
Mas o Senhor nos disciplina por

causa do amor, para nos abençoar. É um sinal do seu prazer em nós. Por que? Por que ele não se satisfaz em nos deixar sem mudanças, sem motivação, sem interesse. Ele quer que cheguemos mais perto do nosso alvo: Jesus!
 

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Ficar: Será que Deus se agrada disso? [4]

3. FICAR É SUPRIR PROVISORIAMENTE A CARÊNCIA AFETIVA E SEXUAL
Este argumento é falho. O ser humano sempre foi carente de afeto, seja pela falta sentida na infância, seja pela solidão circunstancial e nunca houve necessidade de existir um relacionamento do tipo FICAR. Há um amor maior que nos conforta e supre a carência: O AMOR DE DEUS. Diz a Bíblia: Nós amamos porque Ele nos amou primeiro “(I Jo 4.19). Nosso amor por Deus deve ser maior que qualquer outro amor humano, mesmo por alguém que é objeto de nossos sentimentos: “Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim, não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim.”(Mt 10.37). Martinho Lutero, o mais importante líder da Reforma Protestante, declarou em seu hino CASTELO FORTE: “Se temos de perder os filhos, bens, mulher, embora a vida vá, por nós Jesus está, e dar-nos-á Seu reino”!”. Para gozarmos constantemente deste abundante amor, devemos estar em comunhão constante com Ele, por meio da leitura bíblica, da oração e do testemunho diante de todos. Tenha certeza de que Ele é provedor: “E o meu Deus, segundo a sua riqueza em glória, há de suprir, em Cristo Jesus, cada uma de vossas necessidades”. (Fp 4.19). Muito cuidado! Abraços e beijos podem se tornar uma armadilha do inimigo. Cumprimentar outrem com um ósculo santo, um beijo na face, é uma coisa. Exceder-se na saudação, dando lugar à licenciosidade e sensualidade, é outra. Cuidado! Fuja do pecado e da aparência do mal: “Abstende-vos de toda a forma do mal”(I Ts 5.22).



por Carol Gontijo

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Atenção!

Devido a grande propagação do vírus H1N1 em nossa região, a vigilância sanitária pediu para que as igrejas entrassem em recesso.
Nossos cultos estão suspensos e voltaremos às atividades normais no dia 22/08.
Lembrando também que o almoço em prol da reforma do nosso tempo da igreja Central foi adiado para o dia 30/08.
O acampamento para casais também foi cancelado pelo mesmo motivo.

É bom ressaltar que devemos evitar lugares com aglomeração de pessoas e manter nossas casas bem arejadas.

Pobre também se diverte

video

Caraca!

Situações em que oque temos a dizer é: CARAAAAAAAAAACA!



Compassivo e misericordioso é o Senhor


"Compassivo e misericordioso é o SENHOR; tardio em irar-se e grande em benignidade."
Salmos 103:8

Deus é santo, justo e correto. Mas, por mais que estas
qualidades sejam importantes, Ele as revela por meio da sua
compaixão, graciosidade, paciência, e misericórdia e amor
abundantes. Nós podemos não apenas obedecer, louvar e
reverentemente respeitar Deus, mas também amar, apreciar, e
adorá-lo! Entretanto talvez o maior desafio seja refletir Seu
caráter nas nossas vidas!

domingo, 9 de agosto de 2009

Pai...















Você tem um lugar reservado no meu coração.

Confio em você e vou guardar lá dentro esse grande amor que você sempre me dedicou.
Pai, eu amo você!

Feliz Dia dos Pais!!!

Ficar: Será que Deus se agrada disso? [3]

2. FICAR É PRATICAR PARA VER SE VAI DAR CERTO
Deus não criou a família pelo sistema empírico (experimental). Pelo contrário, o Seu desejo sempre foi agir em prol do homem, dando-lhe uma pessoa adequada para sua felicidade. Veja o exemplo de Adão (Gn 2.22) ou de Isaque (Gn 24.51). Deus tem um plano para a união de dois corações e pode conceder bênçãos maravilhosas! “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e, a quem bate abrir-se-lhe-á” (Mt 7.7,8). Cabe ao adolescente e ao jovem estar atento às pessoas ao seu redor, consultando o seu coração e a Palavra de Deus. “Esperei confiantemente pelo Senhor; ele se inclinou para mim.” (Sl 40.1a). O jovem cristão deve escolher alguém debaixo da orientação de Deus e que seja também uma pessoa cristã. Do contrário, está pecando: “Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos; porqu com os sociedade pode haver entre a justiça e a iniqüidade? Ou que comunhão, da luz com as trevas? Que harmonia, entre Cristo e o Maligno? Ou que união, do crente com o incrédulo? (II Co 6.14-16). Namorar é conhecer alguém no sentido básico da palavra: gostos, temperamento, procedimentos, personalidade, reações, etc. O restante está reservado para o casamento.

Rapazes: como escolher uma namorada? Procure com sabedoria, lembrando que como a garota é hoje com os pais dela ou em relação a Deus, ela será amanhã com você também. Leia Provérbios 31.10-31 e repare nos sábios conselhos de uma mãe ao seu filho solteiro, para que se casasse com alguém digna. Procure uma moça cujos princípios sejam semelhantes a estes.

Garotas: Como escolher um rapaz? O Salmo 1.1-3 aponta o comportamento do homem bem-aventurado. As bem-aventuranças trazem um perfil ideal para o esposo preparado por Deus: humilde de espírito, manso, parecido com Jesus, limpo de coração, pacificador (Mt 5.3-9). Peça ao Senhor, abra seus olhos e esteja atenta. Deus lhe mostrará e dará uma rica oportunidade de encontro. “Ora, aquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós, a ele seja a glória” (Ef 3.20,21).

Dica do dia

Orem pelas pessoas que estão sofrendo pela perda de algum ente querido, por aqueles que estão com a gripe A e pelos nosso governantes, pra que Deus dê sabedoria para eles neste momento crítico da nossa saúde.

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Ficar : Será que Deus se agrada disso? [2]

1. FICAR É NAMORAR DE BRINCADEIRA

Você gosta de brincar com cobras, bombas, ou facas? Não, não é mesmo? São brincadeiras perigosas e de mau gosto. Brincar com os sentimentos dos outros ou mesmo arriscar os seus, também é errado. A Bíblia diz: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?” (Jr 17.9).


Sentimentos são preciosidades. Não se gosta ou se deixa de gostar de brincadeira. Afinal, sempre se sai ferido de uma relação fingida. Tudo quanto o cristão faz, pensa ou tem intenção é para a glória do Senhor, devendo ser feito com responsabilidade e dedicação. Diz a Bíblia: “Portanto, vede prudentemente como andais não como néscios e sim como sábios” (Ef 5.15). “Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens.” (Cl 3.23).


Post Carol Gontijo

João 3:30


fonte

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

"Ficar" - Será que Deus se agrada disso?

Olá queridos, postarei nos próximos dias, algumas coisas muito interessantes sobre "ficar".
Será que Deus está contente com este comportamento da maioria dos jovens (e adultos ultra jovens)??

Até bem pouco tempo, o namoro era algo para casar-se, com regras bem definidas. O rapaz ou a moça ao se sentirem atraídos um pelo outro, conversavam e geralmente iniciava-se um namoro. O namoro consistia em encontros constantes, com diálogos sobre os dois, momentos de romance, abraços e beijos limitados, com planos para o futuro e se saíssem tinham horário para voltar, e tudo isso tinha o acompanhamento dos pais ou de irmãos que ficavam perto dos namorados para que não houvesse caricias mais quentes.
Hoje continua tudo isso, mais a sociedade devido a muitas mudanças e quebras de tabus, tem aceitado muitas coisas que não se permitia antigamente. Por exemplo, hoje em dia é normal um namorado dormir no quarto junto com a namorada e alguns pais chegam a falar que preferem que os filhos façam SEXO em casa com seus namorados do que façam em outros lugares.
Em um namoro hoje é comum as carícias íntimas e os atos pré-sexuais encontraramespaço livre. Como conseqüência, o número de jovens que se casaram grávidas ou ficaram sozinhas aumentou e muito. Namoro passou a ser a “sala vip” do casamento, faltando apenas o chamado “papel passado”.
Nos dias de hoje tem uma nova modalidade: FICAR, que os adolescestes costumam definir como:
(1) FICAR É NAMORAR DE BRINCADEIRA
(2) FICAR É PRATICAR PARA VER SE VAI DAR CERTO
(3) FICAR É SUPRIR PROVISORIAMENTE A CARÊNCIA AFETIVA E SEXUAL
(4) FICAR É CURTIR TODO MUNDO NUMA BOA, SEM COMPROMISSO
(5) FICAR É NAMORO AVANÇADO, ONDE VALE TUDO
(6) FICAR É A MODA ENTRE JOVENS E ADOLESCENTES.
post Carol Gontijo

Vídeos interessantes

Loading...